Cliente ou freguês, quem você prefere?

Você sabe identificar se seu público mais fiel é cliente ou freguês? Você já deve ter ouvido falar que a fidelização de clientes é um excelente indicador para demonstrar que você está entendendo seu público, e que ele te ama cada dia mais. Neste artigo ajudaremos você a descobrir se você lida mais com cliente ou freguês.

Algumas publicações consideram clientes, consumidores e fregueses como sinônimos. Elas apenas adequam os termos ao tempo onde foram criados e utilizados. Vamos mais longe do que esse tipo de abordagem.

Cliente faz alusão à pessoa que tem acesso a um produto ou serviço mediante pagamento. Dependendo do contexto, pode ser utilizado como sinônimo de comprador (a pessoa que compra o produto), utilizador (a pessoa que utiliza o serviço) ou consumidor (quem consome um produto ou serviço).

O termo freguês é aquele cliente que compra com frequência um determinado produto ou serviço, sempre no mesmo estabelecimento comercial (seja ele físico ou virtual).

Cliente ou freguês? Conheça as diferenças para identificar quem é quem em meio ao seu público
Mike Wilson / Unsplash

E por que os estabelecimentos comerciais mais antigos e tradicionais chamavam seus clientes de fregueses?

Simples. Eles conheciam, entendiam e ouviam o cliente. A partir desse conhecimento geravam necessidades para cada vez mais ter este cliente próximo e fidelizado. Dessa forma, ele deixava de ser um mero cliente e se tornava um freguês.

O caderninho de compras foi criado a partir da identificação da necessidade de que o freguês recebia seu dinheiro por quinzena ou uma vez por mês.

Atualmente, em mercados altamente competitivos, você consegue dizer que seus clientes são seus fregueses? Eles estão com você porque levam vantagens ou porque amam as soluções que sua empresa entrega às necessidades deles?

Se são clientes em busca apenas de vantagens, um concorrente pode oferecer melhores condições e sua empresa será abandonada.

O que falta no seu atendimento e na sua gestão para que o cliente passe a te amar e vire um freguês?

Continue acompanhando o blog da Despertay, pois seguiremos conversando sobre gestão empresarial e relacionamento com clientes e fregueses.

Esse artigo foi escrito pela nossa sócia-fundadora e consultora Flávia Santos.

Como podemos ajudá-lo? Tem alguma dúvida sobre o assunto?

Envie um e-mail para despertay@despertay.com.br ou deixe um comentário nesse artigo, para que possamos produzir mais materiais que aprofundem seus conhecimentos.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *