O que é Mentoring e como isso pode ajudar sua empresa

Você já deve ter lido ou ouvido falar no termo Mentoring. Provavelmente viu essa palavra relacionada também ao termo Coaching. Mas afinal, o que é Mentoring e como a prática pode ajudar empresas?

A verdade é que, além de expandir negócios, uma relação de Mentoring pode ser determinante também para o seu crescimento pessoal. Tanto o Coaching como o Mentoring – tema deste artigo – são processos conhecidos no mercado corporativo para desenvolver qualidades esperadas nos executivos.

O processo de Mentoring ocorre junto a um mentor que possui anos de experiência corporativa em diversos segmentos e olhar visionário.

O profissional compartilha seus conhecimentos para preencher lacunas e sanar deficiências do executivo iniciante na atividade. Isso porque ele já passou por desafios semelhantes aos que o cliente está enfrentando e vai enfrentar.

Mentoring é um processo em que o consultor trabalha questões de relações humanas, economia e mercado com os pupilos

Por isso, a transmissão do conhecimento deve fazer a diferença para superar cada obstáculo.

Esse suporte ocorre especialmente nos quesitos das relações humanas, economia e mercado.

Portanto, a relação é de dependência, pois o cliente precisa absorver tais informações fundamentado em sua realidade. Isso pode levar um tempo considerável.

De forma resumida, o Mentoring é:

Uma ferramenta de aprimoramento profissional e pessoal que consiste em alguém mais experiente ajudando uma pessoa que não tem tanta experiência. O cliente espelha-se em consultores para vislumbrar seu próprio crescimento. Dessa forma, é possível aprimorar e encontrar um propósito para a vida e para os negócios.

Aliás, já falamos sobre como descobrir seu propósito e realizar-se pessoal e profissionalmente. Clique aqui e leia nosso artigo.

Mentoring e a transformação de gestores em empreendedores de alto desempenho

Quando se trata de empreendedorismo, a Endeavor é uma organização especialista no assunto em nível global.

De acordo com Rhett Morris, diretor da Endeavor Insight, 33% dos gestores orientados por empreendedores de sucesso tornaram-se, por si próprios, empreendedores de alto desempenho. Ou três vezes mais do que o índice apresentado por outros empreendedores em NY.

Morris destaca que há três questões que são o alicerce de qualquer processo de Mentoring, para que possa ser considerado de sucesso:

• A qualidade do mentor é importante. Não basta apenas ter um mentor. Se você quer que sua companhia esteja entre as melhores, você precisa do Mentoring de alguém que esteja tarimbado para chegar a esse nível.

• Um bom Mentoring requer uma relação sustentável e frequente. De acordo com o estudo de Morris, os mentores e pupilos com alto crescimento encontraram-se três ou mais vezes.

Grandes mentores enfocam em questões críticas aos negócios. Morris prega que é importante usar os talentos de seus mentores ao máximo. As relações que foram identificadas entre empreendedores com alto crescimento davam ênfase a discussões sobre os maiores problemas enfrentados pelas empresas dos pupilos.

✅ Normalmente as melhores soluções estão diante de seus olhos, em sua própria equipe.

Se aplicar um pouco mais de conhecimento, proveniente de fora do contexto atual, conseguirá resultados surpreendentes. Também se tornará algo viciante escolher as pessoas e os conhecimentos certos para ajudá-lo neste caminho de aparente “solidão”.

Assim, você perceberá que não está sozinho, mas na verdade está ao lado de milhares de pessoas focando em um mundo melhor. O que nos leva ao próximo item:

Por que contratar uma consultoria empresarial para executar o Mentoring?

Crise, recessão econômica, desemprego, aumento de impostos. Lemos e ouvimos isso diariamente. Esses são fatores externos que não se pode controlar.

O que fazer nesse caso: reclamar do que não podemos mudar ou se adequar ao cenário e construir os melhores resultados de forma planejada?

Nós acreditamos que se você chegou até essa parte do texto, você está disposto a optar pela segunda opção e construir seu caminho independentemente de o cenário nacional e mundial apresentar tantos problemas dia após dia.

E é nesse contexto que vai ficar claro por que contratar uma consultoria empresarial para executar o Mentoring é uma opção viável e necessária.

Para um grande número de empresas, a contratação de uma consultoria é o último recurso buscado para “salvar o negócio”. Quando esse recurso é acessado em uma situação de fragilidade máxima, há grandes chances de não se obter efetividade e resultados.

Perceba que o processo não é de gestão de crise nem operação de milagres.

Ao contrário, o Mentoring justamente serve para antecipar crises e riscos; corrigir processos que apresentam problemas; apontar oportunidades e otimizar resultados.

Não há milagre nenhum nesse processo.

O processo de consultoria deve ser percebido pela gestora ou pelo gestor que irá contratá-lo como uma oportunidade de melhoria para a empresa, e nunca como uma tábua de salvação. Isso porque o consultor não possui uma “varinha de condão” que irá transformar o seu negócio em um passe de mágica.

Mentoring é um processo para antecipar riscos, descobrir oportunidades e também de autodescobrimento como pessoa e como profissional
Está vendo a luz no horizonte? Não é milagre. Perceba também que há uma estrada que leva até ela. A estrada é o processo de Mentoring. A luz é o sucesso (planejado) da sua vida pessoal e profissional. Foto: Bryan Minear / Unsplash

Como ficou claro, o Mentoring não é mágica nem milagre.

É um processo que depende de qualificação, contato frequente e dedicação de ambas as partes.

A equipe da Despertay é formada por consultores profissionais com carreiras sólidas e currículos multidisciplinares. Em comum, todos se qualificaram em instituições especializadas e de destaque no Brasil. Também atuaram em negócios multinacionais e foram consultores no Sebrae/RS.

Uma consultoria eficaz envolve equipe, cria inteligência coletiva e gera resultados.

Passa por uma organização, caso a empresa não esteja organizada. Passa também pela abertura da janela para outros olhares e, sem dúvidas, mudanças na cultura e no modelo mental do cliente.

A empresa precisa saber para onde quer ir e não deixar que o vento a leve.

É desta forma que uma consultoria pode transformar e fazer com que o negócio mude seu patamar atual e cresça.

Experimente!

Esse artigo foi escrito pelas nossas sócias-fundadoras e consultoras Flávia SantosSimone Fonteles.

Como podemos ajudá-lo? Tem alguma dúvida sobre o assunto?

Envie um e-mail para despertay@despertay.com.br ou deixe um comentário nesse artigo. Assim, poderemos produzir mais materiais que aprofundem seus conhecimentos.

Acompanhe a Despertay também pelo Facebook e LinkedIn.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *